.posts recentes

. Identificaçao do Clã - 5 ...

. Identificação das fontes

. Gil Vicente Vida e Obra- ...

.arquivos

. Fevereiro 2007

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007
Identificaçao do Clã - 5 extreme

Luís Veiga - 14 anos, Seia

Alex Coimbra - 14 anos, Seia

Francisco Cardoso - 14 anos, Seia

Pedro Figueiredo - 15 anos, Seia

Diogo Nereu - 15 anos, Seia

 

 

publicado por 5x-treme às 21:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Identificação das fontes

pwp.netcabo.pt/0511134301/vicente.htm - página acedida dia 15 de Fevereiro de 2007

&

pt.wikipedia.org/wiki/Gil_Vicente - página acedida dia 15 de Fevereiro de 2007

publicado por 5x-treme às 21:25
link do post | comentar | favorito
Gil Vicente Vida e Obra- Auto da Barca do Inferno

Acerca de Gil Vicente, pensa-se que terá nascido por volta de 1465, em Guimarães. Casou duas vezes, com Branca Bezerra e com Melícia Rodrigues. Teve cinco filhos, um dos quais, Luís Vicente, organizou a primeira compilação das obras de seu pai.

Gil Vicente é geralmente considerado como o pai do teatro em Portugal, sendo o primeiro grande dramaturgo no nosso país, além de ser um poeta de reconhecida qualidade.

A obra vicentina é tida como o reflexo da passagem da Idade Média para o Renascimento.

Terá estudado em Salamanca.

Cada livro publicado sobre Gil Vicente é, quase sempre, defensor de uma qualquer teoria que identifique ou não o autor ao ourives. A favor desta hipótese existe o facto de o dramaturgo usar com propriedade termos técnicos de ourivesaria na sua obra.                                                                                                                                                         Pondera-se então que Gil Vicente tenha sido também um ourives.

A sua primeira peça conhecida (sendo esta em castelhano) é o Monólogo do Vaqueiro, que foi representada (pensa-se que pelo próprio Gil Vicente) na corte de D. Manuel e D. Maria na celebração do nascimento do príncipe, “futuro” D. João II.                  Morreu em lugar desconhecido, talvez em 1536 porque é a partir desta data que se deixa de encontrar qualquer referência ao seu nome nos documentos da época, além de ter deixado de escrever a partir desta data.

 

Obras


  • Auto do vaqueiro ou Auto da visitação (1502)
  • Auto pastoril castelhano (1502)
  • Auto dos Reis Magos (1503)
  • Auto de São Martinho (1504)
  • Quem tem farelos? (1505)
  • Auto da Alma (1508)
  • Auto da Índia (1509)
  • Auto da Fé (1510)
  • O velho da horta (1512)
  • Exortação da Guerra (1513)
  • Comédia do viúvo (1514)
  • Auto da Fama (1516)
  • Auto da barca do Inferno (1517)
  • Auto da barca do purgatório (1518)
  • Auto da barca da glória (1519)
  • Cortes de Júpiter (1521)
  • Comédia de Rubena (1521)
  • Farsa de Inês Pereira (1523)
  • Auto pastoril português (1523)
  • Frágua de amor (1524)
  • Farsa do juiz da Beira (1525)
  • Farsa do templo de Apolo (1526)
  • Auto da nau de amores (1527)
  • Auto da História de Deus (1527)
  • Tragicomédia pastoril da Serra da Estrela (1527)
  • Farsa dos almocreves (1527)
  • Auto da feira (1528)
  • Farsa do clérigo da Beira (1529)
  • Auto do triunfo do Inverno (1529)
  • Auto da Lusitânia, intercalado com o entremez Todo-o-Mundo e Ninguém (1532)
  • Auto de Amadis de Gaula (1533)
  • Romagem dos Agravados (1533)
  • Auto da Cananea (1534)
  • Auto de Mofina Mendes (1534)
  • Floresta de Enganos (1536)

 

 

publicado por 5x-treme às 21:23
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds